Visitar o pediatra regularmente nos primeiros anos de vida da criança é uma prática comum, mas os especialistas recomendam que as consultas sejam frequentes até os 21 anos de idade, para garantir um crescimento saudável na infância e na adolescência. Entenda qual a frequência recomendada pelos pediatras em cada idade e por que é importante seguir essa recomendação.

Após o nascimento do bebê, durante todo o primeiro ano de vida, a recomendação pediátrica é que a visita ao especialista ocorra pelo menos um vez ao mês. Após esse período, a frequência recomendada é:

  • – 2 anos: consultas trimestrais
  • – 3 a 7 anos: consultas semestrais
  • – 8 a 21: consultas anuais

A recomendação dos pediatras é que a primeira visita ao especialista seja marcada antes mesmo do nascimento do bebê. Essa consulta é importante para que os pais possam receber informações sobre os primeiros cuidados essenciais com a saúde do seu filho que está para nascer. Nessa hora, o pediatra costuma orientar os pais sobre o que é e o que não é adequado para os recém-nascido em seus primeiros dias de vida.

Após o nascimento, a visita ao pediatra deve ser feita até os 15 dias de vida do bebê. Nessa consulta é feita a primeira avaliação da criança e é onde os pais recebem as principais orientações sobre o período de amamentação, o peso ideal, e outras questões.

Por que a consulta com o pediatra deve ser frequente?

Muitas vezes, depois do segundo ano de vida, a visita ao pediatra deixa de ser frequente, acontecendo somente quando a criança apresenta algum sintoma suspeito. Mas a ida frequente ao especialista até o fim da adolescência são de extrema importância, justamente por atuarem na prevenção de doenças. Pois a função do pediatra é garantir o desenvolvimento da criança e do adolescente, também pensando em seu futuro.

Muitos casos de crianças diagnosticadas tardiamente com doenças endócrinas, renais, relacionadas à tireóide ou a própria diabetes poderiam ser prevenidas e até tratadas se houvesse um acompanhamento regular do pediatra durante todos os anos da infância e da adolescência.

Um crescimento acompanhado de visitas frequentes ao pediatra é fundamental inclusive para o desenvolvimento motor e mental da criança. Isso porque, em suas consultas, o pediatra avalia:

  • – Estado nutricional;
  • – Histórico alimentar;
  • – Curva de crescimento;
  • – Calendário de vacinas segundo Ministério da Saúde;
  • – Desenvolvimento neuropsicomotor;
  • – Desempenho escolar;
  • – Padrão de atividade física diária;
  • – Capacidade visual;
  • – Desenvolvimento da sexualidade;
  • – Qualidade e quantidade do sono;
  • – Capacidade auditiva;
  • – Saúde bucal.

Além dessas atribuições, o pediatra saberá orientar os pais para atender às necessidades de desenvolvimento saudável da criança e do adolescente, assim como direcionar a criança para outros especialistas quando necessário.

Não deixe para cuidar da saúde do seu filho somente quando houver sintomas. Previna doenças e garanta um crescimento saudável agendando uma consulta agora. Na hora de cuidar da saúde da sua família, conte com a InstaMed.

Talvez você também se interesse por estes assuntos:

  • entrada da InstaMedConheça os serviços da InstaMed Somos a InstaMed, uma clínica completa que oferece consultas e exames para pacientes de todas as idades. Nossa missão é trazer soluções na área da saúde que sejam fáceis, rápidas e […]
  • 10 coisas que você precisa saber sobre Tireoide A tireoide ou tiroide é uma glândula em forma de borboleta (com dois lobos), que fica localizada na parte anterior do pescoço, logo abaixo da região conhecida como Pomo de Adão (ou […]
  • Depressão Infantil: Seu filho pode ser portador?Depressão Infantil: Seu filho pode ser portador? A Depressão Infantil é uma doença grave que atinge cerca de 2% das crianças em idade pré-escolar e até 8% dos adolescentes. Se não for tratada adequadamente, a depressão nessa fase da vida […]