A crioterapia usa baixas temperaturas para tratamentos estéticos e terapêuticos na pele. No tratamento pode ser usado o gelo seco ou nitrogênio líquido em contato com a pele. Existem, também, crioterapias mais leves, como cremes e sprays.
Na estética a crioterapia pode melhorar a tonicidade da pele, reduzir a gordura localizada e a celulite. O método ainda pode auxiliar no tratamento de lesões, o resfriamento da pele favorece no processo de recuperação, controlando o processo inflamatório.
A diminuição das dores é outro processo que a crioterapia faz. Ela reduz os impulsos nervosos que levam a sensação de dor ao cérebro.

Talvez você também se interesse por estes assuntos:

  • mão com luva cirúrgica segurando tubo de ensaio com sangueDismorfismo eritrocitário: saiba tudo sobre o exame Saiba o que é dismorfismo eritrocitário, para que serve o exame, quando é solicitado e o que ele pode indicar.
  • foto em preto e branco de mulher de costas com foco na lombar e pescoço indicando pontos de dorDoenças da coluna A dorsalgia afeta grande parte da população adulta brasileira. Os principais problemas estão relacionados com má postura e sedentarismo, resultando em doenças como lombalgia, hérnia de […]
  • Raio X de mãos e punhos: para que serve e quando fazerRaio X de mãos e punhos: para que serve e quando fazer O exame de diagnóstico por imagem (raio X) das mãos e dos punhos serve para determinar a idade óssea do paciente. Essa informação pode ser utiliza para prever a altura da criança quando […]