Chame no Whatsapp
Esconder
Sexagem fetal: descubra o sexo do bebê no início da gravidez

Sexagem fetal: descubra o sexo do bebê no início da gravidez

A gravidez é um momento lindo, rodeado de euforia, descobertas e emoção. E um dos momentos que causa mais ansiedade é a descoberta do sexo do bebê. Tudo muda depois que os pais descobrem se vão ter um menino ou uma menina. Já podem chamar a barriga pelo nome, decorar o quarto e comprar roupinhas …

A gravidez é um momento lindo, rodeado de euforia, descobertas e emoção. E um dos momentos que causa mais ansiedade é a descoberta do sexo do bebê. Tudo muda depois que os pais descobrem se vão ter um menino ou uma menina. Já podem chamar a barriga pelo nome, decorar o quarto e comprar roupinhas para preparar a nova vida de que vem chegando.
Essa descoberta costuma acontecer somente a partir da 16ª semana de gestação, quando é possível descobrir o sexo do bebê através do exame de ultrassonografia. Mas para aqueles pais e mães que não aguentam a ansiedade e desejam descobrir antes, já existe o exame de sexagem fetal.

O que é sexagem fetal?

Sexagem fetal é um exame realizado com o sangue da mulher grávida para descobrir o sexo do bebê. O exame não é invasivo e nem perigoso. Para realizar o teste, é recolhida uma pequena amostra de sangue da mãe, sem a necessidade de preparação ou jejum.
É possível realizar o teste a partir da 8ª semana de gestação. O exame tem quase 100% de acerto.

Sexagem fetal - grávida segurando roupa de bebê

Como funciona o exame?

Retira-se uma amostra de sangue materno para realizar a análise do DNA do feto. Nessa análise, investiga-se a presença do cromossomo Y. As mulheres têm dois cromossomos X, enquanto os homens têm um X e um Y. Então, se no DNA for detectada a presença do cromossomo Y, significa que o bebê é um menino. Se só houver o cromossomo X, é uma menina.

Sexagem fetal em grávida de gêmeos

Se a mamãe está esperando mais de um bebê, pode não ser possível indicar com precisão o sexo dos dois bebês. Isso porque como é colhida uma amostra de sangue da mãe, não há diferenciação dos bebês no exame. Então, se houver a presença do cromossomo Y, pelo menos um dos bebês é menino. Se não houver, ambas serão meninas.

O exame pode dar errado se a mãe já recebeu transplante de órgão de um homem ou se já recebeu transfusão de sangue.

Está grávida e ansiosa para saber o sexo do seu bebê? Converse com seu médico e solicite um exame de sexagem fetal para acabar de uma vez com o mistério. E não deixe de realizar o pré-natal completo com a Instamed, através do Programa InstaMamãe, que oferece consultas e exames para você cuidar do seu bebê.

Raio X de mãos e punhos: para que serve e quando fazer

Raio X de mãos e punhos: para que serve e quando fazer

O exame de diagnóstico por imagem (raio X) das mãos e dos punhos serve para determinar a idade óssea do paciente. Essa informação pode ser utiliza para prever a altura da criança quando adulta e também para determinar se o tamanho da criança está adequado para a idade. O raio X de mãos e punhos …

O exame de diagnóstico por imagem (raio X) das mãos e dos punhos serve para determinar a idade óssea do paciente. Essa informação pode ser utiliza para prever a altura da criança quando adulta e também para determinar se o tamanho da criança está adequado para a idade.

O raio X de mãos e punhos também é indicado em casos de traumas, quando há suspeita de fratura em alguma estrutura óssea e quando o paciente relata dor na mão ou limitações de movimento.

O raio X pode ser feito em uma das mãos ou em ambas. O exame é comum pois tem baixo custo e o tempo de exposição é pequeno. A radiografia mostra vários ossos e epífises, sendo fácil de ser realizado e de simples observação.

Quando o raio X é considerado alterado?

A idade óssea medida no raio X de mão e punho deve ser compatível com a idade cronológica do paciente. Uma pequena diferença é considerada normal. Quando a diferença é igual ou maior que um ano e meio entre a idade óssea e a idade cronológica, considera-se que a idade óssea está atrasada ou adiantada (dependendo do caso).

O que fazer ao ter o diagnóstico de idade óssea alterada?

Quando a idade óssea do paciente é considerada discrepante de sua idade cronológica, é preciso consultar um especialista para avaliar quais as medidas devem ser tomadas. O atraso e o avanço da idade óssea podem ser causados por diversos fatores, como alteração na tireóide, fatores genéticos, doenças crônicas, puberdade precoce, obesidade, desnutrição prolongada, entre outros.

Em geral, endocrinologistas pediátricos são os médicos que solicitam o exame de raio X de mãos e punhos e avaliam o crescimento e desenvolvimento da criança. Esse profissional também é responsável por indicar o tratamento para cada caso, quando necessário.

Trauma na mão ou punho.

Em casos de trauma nessa região, como uma fratura ou outra lesão, o paciente deve consultar um ortopedista, que irá indicar o tratamento adequado. Em alguns é preciso imobilizar a região para tratar, em outras, como em casos de tendinite, é possível fazer tratamento com fisioterapia ou medicação.

Se você precisa realizar raio X de mão ou punho, ou se já fez o exame e precisa de uma consulta médica, entre em contato agora mesmo com a Instamed e agende sua consulta ou exame.

X