Chame no Whatsapp
Esconder
Arritmia cardíaca: prevenção, sintomas e tratamento

Arritmia cardíaca: prevenção, sintomas e tratamento

Arritmia cardíaca é qualquer distúrbio do ritmo cardíaco, seja quando os batimentos do coração estão mais lentos, mais rápidos ou simplesmente descompassados. A frequência cardíaca de uma pessoa em repouso considerada saudável está entre 60 e 100 batimentos por minuto. Quando um indivíduo apresenta qualquer alteração desse padrão, pode ser diagnosticado com Arritmia Cardíaca. Quais …

Arritmia cardíaca é qualquer distúrbio do ritmo cardíaco, seja quando os batimentos do coração estão mais lentos, mais rápidos ou simplesmente descompassados. A frequência cardíaca de uma pessoa em repouso considerada saudável está entre 60 e 100 batimentos por minuto. Quando um indivíduo apresenta qualquer alteração desse padrão, pode ser diagnosticado com Arritmia Cardíaca.

Quais são os tipos de arritmia cardíaca?

1. Bradicardia

Trata-se do indivíduo que apresenta frequência cardíaca lenta, geralmente menor que 60 batimentos por minuto. Nesse ritmo, o coração acaba bombeando menos sangue pelo corpo, deixando as células com menos oxigênio durante uma atividade ou exercício físico.

2. Taquicardia

Trata-se da frequência cardíaca acelerada, quando o indivíduo apresenta mais de 100 batimentos por minuto. Com esses ritmos elevados, o coração não consegue distribuir a quantidade necessária de oxigênio para o corpo através do sangue.

Muitas vezes esse acontecimento pode ser uma resposta natural do organismo em momentos de tensão ou durante um exercício físico.

3. Pulsação irregular

Tratasse da frequência descompassada, quando o coração está batendo em um ritmo inadequado, apresentando falhas e provocando palpitações, ou disparando e provocando taquicardias.

As arritmias podem ser tanto benignas, como malignas, indicando uma situação grave. Nesse caso, os sintomas da arritmia cardíaca podem ser o anúncio doença pré-existente no coração ou que própria arritmia representa um risco para o paciente.

Por isso, é importante estar atento aos sintomas e se perceber que o coração está batendo de forma inadequada, procure um clínico ou um cardiologista para avaliação.

Sintomas

A arritmia cardíaca pode afetar pessoas com o coração saudável, ou que já possuem alguma doença cardíaca como hipertensão, AVC, e outras. A sensação do coração mais lento ou mais acelerado, desmaios, palpitações e tonturas são sintomas mais frequentes. Além deles, também são sintomas da arritmia cardíaca:

  • Falta de ar
  • Dores no peito
  • Excesso de suor
  • Fraqueza
  • Pressão baixa
  • Confusão mental

É importante lembrar que ainda existem muitos casos que são assintomáticos e mesmo os sinais mencionados acima podem não ser contínuos, aparecendo de forma repentina e desaparecendo. Por isso é importante comparecer ao cardiologista e estar com os exames em dia, mesmo que de forma preventiva. A arritmia cardíaca tem cura e possui diversos tipos de tratamentos.

Tratamento

O primeiro passo na hora de tratar a arritmia cardíaca é consultar um cardiologista. Após a realização de alguns exames e da avaliação dos sintomas, o médico irá identificar o tipo de arritmia cardíaca e qual o método de tratamento mais adequado.

Os tratamentos costumam ser realizados com medicamentos. Quando necessário, também com o uso de Dispositivos Cardíacos Eletrônicos Implantáveis (DCEI), tais como Marca-Passo (MP), Cardioversor-Desfibrilador (CDI) ou Ressincronizador.

Prevenção

Para prevenir arritmias, assim como muitas outras doenças, é fundamental ter hábitos saudáveis e dar atenção à saúde emocional, evitando estresse em excesso. Antes de iniciar a prática de atividades físicas, também é importante realizar uma avaliação clínica a fim de receber as orientações adequadas.

Visitas regulares ao cardiologista, pelo menos uma vez ao ano, são fundamentais. Esteja atento aos seu coração, possíveis pulsações irregulares, batimentos intensos, cansaço demasiado e sem motivo aparente, tonturas ou desmaios.

Não realize autodiagnóstico ou utilize medicação sem prescrição médica. No caso de suspeitas consulte um clínico geral ou cardiologista. Seja para tratar ou para prevenir a arritmia cardíaca, conte com a InstaMed. Se precisar, marque agora uma consulta e cuide da sua saúde.

DRA. CAMILLA PRADO ESCUDEIRO

DRA. CAMILLA PRADO ESCUDEIRO

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Vestibulum ipsum erat, auctor non nulla id, vehicula effictur urna

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Vestibulum ipsum erat, auctor non nulla id, vehicula effictur urna

X